Autor: Talles Lage - 26/06/2017 08h19

Cristo Redentor de braços abertos e o Brasil com o pé atrás.


A vinda dos mulçumanos para o Brasil

Num dia comum da semana passada recebo dois áudios como sendo de autoria do Senador Magno Malta e nele fazia um relato com um tom de fim dos tempos em relação à vinda dos Mulçumanos para o Brasil. Tomado de surpresa por não ter acompanhado essa notícia do começo e não saber que opinião ter, então preciso, que compreendam que nossa opinião deve ser pautada em reflexão mediante dados e informações e não comentários e nem ao menos tomar a opinião alheia como nossa e pior ainda viver especulando e dela tomar um posicionamento equivocado.

ENTENDENDO O ASSUNTO

A alegação do mesmo era a de 13(treze) navios com refugiados da síria que somariam 1,8 milhões de imigrantes desceriam para o Brasil, nãos sei se em comboio ou aos poucos. Resultado da aprovação de uma Lei de imigração sancionada pelo atual presidente “Michel Temer”

MEDO DO DESCONHECIDO

A vinda de um conglomerado de “terroristas” como o mesmo imagina serem os mesmos, mas não os diferenciou da minoria de terroristas, que se posicionam a favor da “Sharia”, que visa defender o a interpretação extremada do alcorarão com a morte de todos cristãos, homossexuais e dissidentes de sua religião...

Na sua observação dizia sobre a cultura deles em tomar até quatro mulheres e terem a capacidade de gerarem filhos para superpopulacionarem o Brasil se tornando maioria e assim estabelecerem sua cultura e religião. “A tomada à força de mulheres “cultura do estupro” será fichinha”

Tudo se resume como ato de reprovar o desconhecido e manter-se segura na sua zona de conforto, mas ao que se percebe no dia de hoje também o mesmo Senador Magno Malta deixou claro que o áudio não é dele e o mesmo não tem conhecimento profundo sobre o caso e sim o que todos sabem pela internet.

TOMADA DE DECISÃO A PARTIR DO POSICIONAMENTO DO PRÓXIMO

Em menos de 24hs de o áudio chegar ao nosso conhecimento, muito grupos fizeram o compartilhamento como se tivessem certeza de que era verdade. O que causa pânico, hostilidade para com os imigrantes “xenofobia”.

Se avaliarmos melhor a situação percebemos, que o áudio ou áudios foram propositais e com intuito de levar a população a especulação e ao erro recorrente de julgamento precipitado...

Bem, falamos de um cristianismo acolhedor e quando isso nos pega de surpresa nossa primeira reação é o ato egoísta de primeiro “eu”. Viver um evangelho de pura figuração é o que mais percebemos e pro isso que a sociedade não cristã não se vê contemplada quando é convidada a utopia que lhes é apresentada.

Espero que venhamos refletir sobre o que somos de fato nessa sociedade que somente compreendemos o que Raul Seixas dizia: “... Sobre ter aquela opinião formada sobre tudo”




COLUNAS RELACIONADAS