Publicidade
Autor: G1 - 14/05/2017 21h22

Vacinação contra a febre aftosa encerra na próxima segunda-feira, 15, em Rondônia

Até a última sexta-feira (12), cerca de 8 milhões de animais já haviam sido vacinados e declarados. Expectativa é que sejam vacinados 13,6 milhões de bovinos e bubalinos.


Foto: Divulgação/Sepor Bovinos e Bubalinos devem ser vacinados até a próxima segunda-feira, 15, em Rondônia, segundo a Idaron

Os pecuaristas de Rondônia podem vacinar os bonivos e bubalinos contra a febre aftosa até a próxima segunda-feira (15). Já a declaração pode ser realizada até do dia 22 deste mês na Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron).

De acordo com a Idaron, até a última sexta-feira (12), 58 mil pecuaristas já haviam declarado cerca de 8 milhões de animais vacinados, o que corresponde 60% da expectativa de vacinação, que é de 13,6 milhões.

A insituição informou ainda que o rebanho bovino de Rondônia é o sexto maior do país.

Multa

O produtor que não vacinar seu rebanho poderá ser multado em R$ 163,02 por animal não vacinado, além de ter que vacinar com a presença de um técnico da Idaron. Já o produtor que vacinar, mas esquecer de declarar, poderá ser multado em R$ 163,02 por propriedade.

Inversão do calendário

O calendário de vacinação do estado foi modificado em fevereiro deste ano, e passou a as vacinações passaram a ser de abril, e não mais em novembro. De acordo com a Idaron, a mudança foi proposta pela Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon), pois os produtores se queixaram prejuízos na reprodução dos animais, devido ao excesso de manejo durante a segunda etapa de vacinação, que ocorre no fim de ano, prejudicando assim a produtividade do rebanho.

No ano de 2016, segundo a Idaron, foram registrados mais de 35 mil nascimentos de bovinos e bubalinos. O órgão espera que com a inversão do calendário, a taxa de natalidade aumente ainda mais.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade