Publicidade
Autor: Gazeta Central - 15/05/2017 08h20

Vereador J Rabelo reivindica a criação da Secretaria de Agricultura em Ouro Preto do Oeste

O vereador frisou que os produtores rurais, há tempos, vêm reivindicando essa Secretaria.


Foto: Vereador J Rabelo (PTB).

Por se tratar de um município com grande potencial agrícola e em decorrência da reivindicação por parte dos produtores rurais da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste, o presidente da Câmara Legislativa, J Rabelo (PTB), indicou ao chefe do Poder Executivo municipal a criação, com urgência, da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento.

Para o vereador, esta secretaria é de suma importância não somente para os produtores rurais, que sempre a reivindicaram, mas também para o desenvolvimento econômico do município que, durante a última década, vem desacelerando sua produção agrícola motivado pela falta desta pasta.

J Rabelo ressaltou que é inadmissível um município, que já foi a bacia leiteira do Estado e detentor de grandes lavouras de café e cacau, passar a produzir menos e menos nos últimos tempos. Principalmente pela falta de uma secretaria que possa dar apoio técnico, fornecer equipamentos e implementos para retomar o crescimento e incentivar a produção de novas culturas.

O vereador frisou que os produtores rurais, há tempos, vêm reivindicando essa Secretaria.
“A criação dessa pasta é questão de necessidade para nossos produtores rurais e, consequentemente, o fomento de nossa economia. Nosso homem do campo, há muito tempo, está literalmente desassistido pela administração municipal. E a consequência pode ser vista e está sendo sentida em nossa economia local”, destacou o parlamentar.

O presidente da Casa de Leis explicou que a nomenclatura “Agricultura” que existe atualmente não tem a força e nem o poder jurídico e até mesmo político para que sejam conseguidos recursos a serem destinados exclusivamente para o fomento da agricultura do município, uma vez que, segundo ele, este setor está ligado à pasta de Obras e Meio Ambiente, o que impossibilita tal ação.

Sendo implantada a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, o município poderá ter sua equipe exclusiva para atender a demanda do homem do campo, além de poder receber, através de emendas parlamentares, maquinários, equipamentos e implementos agrícolas exclusivos para essa Secretaria, o que não tem como ser feito da forma que atualmente se encontra.

“Tenho ciência de que o prefeito irá analisar com carinho esta minha reivindicação e verá que, sem essa Secretaria, torna-se praticamente impossível fomentar nossa economia, que hoje gira praticamente em torno da agriculta que, mesmo sem nenhum apoio, ainda é um dos maiores geradores de renda do município”, finalizou J Rabelo.


NOTÍCIAS RELACIONADAS