Publicidade
Autor: Gazeta Central - 29/06/2017 22h46

Ouro Preto: Idaron coleta mais de 2 mil embalagens de agrotóxicos no distrito de Rondominas

Este tipo de ação vem sendo realizado constantemente pela equipe da Idaron de Ouro Preto.


Foto: Maria Fernanda Camargo

Em caráter educativo e preventivo, a Agência de Defesa Agrossilvopastoril do Estado de Rondônia (IDARON), através da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (USAV), da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste, realizou na manhã desta quarta-feira (28) a coleta de aproximadamente 2.500 embalagens vazias de defensivos agrícolas no distrito de Rondominas.

A grande adesão dos produtores rurais da região daquele distrito, em torno de 200, fez com que a atividade se tornasse um sucesso, resultando no número elevado de embalagens recolhidas.

A ação, que também buscava alertar os produtores para o perigo da reutilização das embalagens, além de incentivá-los, e fomentar a devolução dos recipientes vazios. A atividade foi realizada pelos engenheiros agrônomos Maria Fernanda Camargo e Luiz Orlando Gregório, com o apoio do técnico em agropecuária Jocimar Pereira.

Os recipientes foram transportados para o posto de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos em Ouro Preto do Oeste, local que é mantido pela Associação de Revendedores de Produtos Agropecuários de Ouro Preto do Oeste e Região (ARPAGRO).

A engenheira agrônoma ressaltou que a coleta superou as expectativas e que essa atividade vem sendo realizada constantemente pela equipe da USAV de Ouro Preto do Oeste. Camargo no entanto, alertou que as devoluções são de inteira responsabilidade e obrigação dos produtores rurais, sob pena de serem multados.

A engenheira agrônoma explicou sobre a coleta realizada em Rondominas
“O resultado foi satisfatório, pois conseguimos recolher em torno de 2.500 embalagens que poderiam contaminar o meio ambiente e até mesmo o ser humano. Nesta atividade buscamos alertar quanto ao perigo do uso dessas embalagens vazias e incentivá-los a devolver. Graças ao empenho das equipes da USAV de Ouro Preto e Rondominas, obtivemos êxito”, destacou Camargo.
Foto: Gazeta Central Engenheira agrônoma Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo

Foto: Maria Fernanda Camargo


NOTÍCIAS RELACIONADAS