Publicidade
Autor: Gazeta Central - 11/11/2017 19h23

Jovem acadêmico tira a própria vida, na zona rural de Teixeirópolis

A vítima cursava Biologia, em Mato Grosso, e teria vindo para a casa dos pais para se tratar de suposta depressão.


Bruno Caires Floriano

Calmo, de boa índole e querido por familiares e amigos. Assim era considerado o jovem Bruno Caires Floriano, 21 anos, que, na manhã desta sexta-feira (10), em um ato supostamente motivado por depressão, tirou a própria vida com um tiro de espingarda na cabeça. O suicídio ocorreu na residência de seus pais, localizada na linha 22, zona rural do município de Teixeirópolis.

A Polícia Militar relatou que, ao chegar ao local, encontrou o corpo de Bruno caído no chão da cozinha, já sem vida. E, próximo à área da cozinha, localizou a espingarda. A perícia foi acionada e constatou que a morte do jovem foi causada por um tiro que o atingiu no lado direito da cabeça, disparado por uma espingarda calibre .22, de fabricação artesanal.

O pai da vítima informou que seu filho cursava o último semestre de Biologia na faculdade UNEMAT (nota de falecimento), na cidade de Tangará da Serra, estado do Mato Grosso. No dia 26 de outubro retornou à Teixeirópolis alegando que estaria com sintomas de depressão, dizendo que perto da família seria mais fácil buscar tratamento. Ele já havia passado por várias consultas com psicólogos.

Abalado, disse aos policiais que, naquela manhã, estava no curral ordenhado algumas vacas quando, ao retornar para sua residência, deparou-se com o corpo de seu filho caído no chão da cozinha. Inicialmente, achou que ele estava desmaiado. Ao tentar reanimá-lo, avistou uma espingarda próximo ao corpo, quando se deu conta de que Bruno havia tirado a própria vida.

Ao ser questionado pelos policiais sobre a arma, o pai da vítima disse não ter conhecimento sobre a procedência dela e tampouco como Bruno a teria conseguido. O corpo foi liberado para os trabalhos fúnebres e enterrado no cemitério de Teixeirópolis, na tarde deste sábado (11).

Veja a nota emitida pela UNEMAT

Luto Oficial de três dias

É com bastante pesar que a UNEMAT – Campus de Tangará da Serra – comunica o falecimento de Bruno Caires Florindo, acadêmico do último semestre do Curso de Ciências Biológicas, hoje, na residência de seus pais em Rondônia.

Deixamos nossas mais sinceras condolências à família e amigos por essa inestimável perda e decretamos LUTO OFICIAL por 03 (três) dias com suspensão das atividades administrativas e pedagógicas nos dias 10 e 11 de novembro de 2017, com base na Resolução n. 037/2017-CONSUNI.

Tangará da Serra, 10 de novembro de 2017.

Diretoria de Unidade Político-Pedagógica e Financeira.


NOTÍCIAS RELACIONADAS