Publicidade
Autor: Gazeta Central - 24/05/2018 18h42

Ouro Preto: escolas da zona rural suspendem aulas por causa da greve dos caminhoneiros

1200 alunos terão as aulas suspensas a partir desta sexta-feira (25); 600 são da rede estadual que utilizam o mesmo transporte.


A falta de combustível, causada pela paralisação dos caminhoneiros, fez com que as aulas das escolas municipais da zona rural da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste sejam suspensas a partir desta sexta-feira (25), até que o abastecimento volte a sua normalidade.

Em torno de 600 alunos da rede municipal das escolas Manuel Santos, 22 de Dezembro e Malacatiara, localizadas na zona rural, só voltarão às aulas após o fim da manifestação dos grevistas. Outros 600 estudantes da rede estadual que utilizam o mesmo transporte para se deslocarem até as escolas na cidade também foram afetados.

A suspensão ocorreu em razão da falta de diesel para abastecer os 35 ônibus escolares que realizam o transporte dos alunos até as três escolas municipais na zona rural e demais unidades educacionais no perímetro urbano.

De acordo com Paulo Fernandes Bicalho Filho, assessor especial da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (SEMECE), as aulas nessas três escolas só retornarão quando houver a normalidade no abastecimento.

Rondominas
Quanto ao distrito de Rondominas, Bicalho informou que existe combustível o suficiente para abastecer os seis ônibus escolares somente até terça-feira (29). Após essa data, caso a greve dos caminhoneiros continue, as aulas do distrito também terão que ser suspensas.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade