Autor: Uol - 22/06/2018 19h18

Brasileiros recolhem lixo em estádio após jogo da seleção: "Não custa nada"


Depois de japoneses e senegaleses, brasileiros tiveram um ato educado de recolher o próprio lixo formado em um estádio de Copa do Mundo. Nesta sexta-feira, depois da vitória por 2 a 0 da seleção de Tite sobre a Costa Rica, em São Petersburgo, um grupo de torcedores passou a recolher copos e papeis que se acumularam durante o primeiro triunfo verde-amarelo no Mundial.

As imagens foram divulgadas pelo Movimento Verde Amarelo, grupo que se organizou para torcer na Rússia. Assim como japoneses e senegaleses, os brasileiros usaram grandes sacos de lixo para recolher os objetos arremessados no chão durante a partida desta sexta-feira.

"A gente se inspirou neles mesmo. Na hora um comentou e o pessoal concordou, mas a gente sabe que é muito pouco. O preço do ingresso é gigantesco e a limpeza já está inclusa nisso, mas não custa nada. A gente limpou o nosso setor, e em dois minutos tirou todo o lixo. Um trabalho pífio, muito pouco, mas pode ajudar o trabalho de outra pessoa", disse Saulo Mendonça, estudante de Administração Pública, ao UOL Esporte.

O rapaz disse ter sido motivado pela vontade de mostrar uma imagem positiva do brasileiro, ainda mais após os recentes casos de assédio sexual. "A gente quis fazer um vídeo para viralizar. Sempre viraliza coisa ruim do brasileiro, como esses vídeos chatos para caramba. Então a gente falou 'pô, vamos mostrar que a gente sabe fazer uma coisa legal'. Foi inspirado nos japoneses e senegaleses mesmo", completou.

O ato de cidadania ganhou a atenção ainda em 2014, quando japoneses trataram de limpar a própria bagunça nos estádios da Copa do Mundo realizada em solo brasileiro.

Quatro anos mais tarde, os japoneses e senegaleses foram os pioneiros na Rússia. A torcida brasileira, com os exemplos anteriores, tratou de repetir a boa ação depois do segundo compromisso da seleção de Tite no Mundial.




NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade