Autor: Correio Rondoniense - 24/05/2020 16h50

Coronafest: PM prende 5 pessoas que participavam de festa no interior de Rondônia

Ao entrarem na residência os policiais observaram que havia varias pessoas no interior do imóvel




Em período de pandemia, com decretos e leis que proíbem festas ou eventos com aglomeração que tenha mais de cinco pessoas para evitar a disseminação do novo coronavírus, tem se tornado comum a Polícia Militar (PM) ter que intervir nas chamadas "Coronafest" em vários municípios de Rondônia.

Na noite fria deste sábado (23) mais uma vez a PM teve que intervir em uma dessas festas, que contrariam as recomendações das autoridades, após denuncia na Central de Operações. A "Coronafest" estava sendo realizada no bairro Jardim Social, município de Vilhena. Ao chegar na residencia os policias foram recebidos com arrogância por parte do dono da residência que desdenhou dos PMs, dizendo para baixar as armas “Call of Duty”.

O anfitrião tentou argumentar que a festa se tratava de despedida de um amigo, mas ao entrarem na casa os policiais observaram que havia 15 pessoas no interior do imóvel, caracterizando aglomeração de pessoas o que viola a lei municipal que faz parte das medidas adotadas pelo poder público local no combate à covid-19.

Conforme a ocorrência registrada na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP), houve resistência à prisão por parte do dono da casa que proferiu palavras de afronta e afirmando que a advogada dele estava no local, uma jovem de 22 anos.

A caminho da delegacia os policias afirmaram que iriam comunicar a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Vilhena, para acompanhar a jovem na Unisp, contudo, ela desmentiu que fosse advogada.

A jovem vai responder por falsidade ideológica. Além dela e do dono do imóvel outros três homens foram detidos por desacata e desobediência.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade