Autor: Gazeta Central - 13/01/2021 22h26

Prefeitura de Ouro Preto do Oeste lança campanha “Não dê esmola. Promova a cidadania”

A ação visa conscientizar a população de que dar esmola favorece a permanência de pessoas nas ruas, sustenta seus vícios, dificulta a melhoria social e valoriza a mendicância.




A Prefeitura Municipal de Ouro Preto do Oeste, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), lança a campanha “Não dê esmola. Promova a cidadania”. A ação também contará com a parceria do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e da Associação Comercial e Industrial de Ouro Preto do Oeste – ACIOP.

O lançamento oficial ocorrerá nesta sexta-feira (15) durante o programa Jornalismos, da Rádio Rondônia FM, apresentado pelo radialista Willian Soares, a partir das 08h. Contará com participação da assessora especial responsável pela SEMAS, Geany Rodrigues Silva Oliosi; diretora de Proteção Especial do CREAS, Lindalva Anadão e o delegado Niki Alves Locatelli.

A campanha, que será amplamente divulgada nos veículos de comunicação e com a distribuição de folderes, tem por objetivo conscientizar a população ouro-pretense a não dar esmolas aos moradores em situação de rua e, ao mesmo tempo, desmistificar a cultura de que esmola ajuda.

De acordo com a assessora especial Geany, ao dar esmola, a população está contribuindo com a permanência de pessoas nas ruas em situação de constante risco de morte, bem como estimulando o consumo de álcool e drogas, aumentando assim a violência social, valorizando a mendicância e desvalorizando a moral do indivíduo.

“A participação efetiva da população gera mudanças e demonstra que o problema é nosso, da sociedade em geral. O desenvolvimento da autonomia das pessoas de rua e a valorização dos direitos humanos mostra que podemos contribuir com a cidadania e não é com esmolas”, enfatizou Geany.

Serviço Especializado Para Pessoas em Situação de Rua

É constituído por servidores do CREAS - Novo Amanhecer, que tem por finalidade assegurar o atendimento e o desenvolvimento de atividades de sociabilidade, bem como o fortalecimento de vínculos interpessoais e familiares como forma de contribuir para a construção de novos projetos e trajetórias de vida.

Geany explicou que cabe ao CREAS a oferta de um acompanhamento especializado, visando prevenir agravamentos de situações de risco pessoal e social, além de possibilitar a construção do processo de saída das ruas, por meio de intervenções em rede e o acesso aos benefícios socioassistenciais.

“Nossa equipe tem por objetivo possibilitar condições de acolhida na rede socioassistencial; contribuir para restaurar e preservar a integridade e a autonomia da população em situação de rua, além de promover ações para a reintegração familiar e comunitária”, ressaltou a assessora especial.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade