Autor: Gazeta Central - 23/02/2021 09h09

Estelionatário se passa por estrangeiro e aplica golpe de R$ 29.500,00 em mulher de Ouro Preto

A vítima acreditava que se tratava de um homem que morava na Inglaterra e que viria visitá-la.




Uma moradora da cidade de Ouro Preto do Oeste teve um prejuízo de R$ 29.500,00 após cair no golpe de um estelionatário que se dizia morador da Inglaterra e que viria visitá-la. A vítima efetuou quatro depósitos; um de R$ 4.500,00, dois de R$ 5.000,00 e um último de R$ 15.000,00.

A ocorrência foi registrada na tarde desta segunda-feira (22), na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), onde a vítima detalhou que há alguns dias conheceu pela internet uma pessoa do sexo masculino, que se identificou como Rolland David e se passava por morador da Inglaterra.

Relatou que, caso ele viesse ao Brasil, ela lhe receberia em sua residência. Em seguida, ele informou que sairia da Inglaterra no dia 17 de fevereiro. No entanto, no dia 19 de fevereiro, uma mulher ligou e se identificou pelo nome de Celine, dizendo que era da alfândega do Aeroporto de Guarulhos e que estava ligando com relação ao senhor Rolland David.

A mulher que se passava por funcionária da alfândega informou que Rolland havia entrado no Brasil com uma grande quantia de dinheiro sem realizar a declaração. E que seria necessário pagar um imposto em relação à quantia que o suposto estrangeiro estava trazendo e que o valor a ser pago era de R$ 4.500,00. A vítima se propôs a pagar e efetuou a transferência da conta de sua mãe.

Após efetuar a transferência, a vítima novamente foi contatada pela mesmo mulher, que alegou que teria que ser pago o cartão amarelo. A vítima novamente realizou uma transferência no valor de R$ 5.000,00. No dia 20 de fevereiro efetuou mais uma transferência de R$ 5.000,00.

Nesta segunda-feira (22), a mesma mulher contatou novamente a vítima e desta vez argumentou que o senhor Rolland não possuía cartão de vacina da covid-19 e por este motivo teria que pagar as despesas de hotel. A vítima desta vez fez uma transferência de R$ 15.000,00 e, somente após ter efetuado todas as quatro transferências, é que percebeu que havia caído em um golpe de estelionato.

Golpe do Amor
Segundo a Receita Federal, este golpe, que começou a ser aplicado em 2018, é conhecido como golpe do amor. Os golpistas criam perfis falsos nas redes sociais, geralmente passando-se por estrangeiros em boas condições financeiras e com empregos prestigiados e estáveis. Após envolverem ou criarem qualquer tipo de vínculo, declaram-se apaixonados ou até mesmo passam a ter interesse em conhecer pessoalmente as vítimas.

A partir daí, utilizando-se da fragilidade das vítimas, passa a aplicar os golpes, a exemplo do dinheiro retido na alfândega ou até mesmo envio de presentes, cujos impostos precisam ser pagos.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade