Autor: Gazeta Central - 08/04/2021 11h07

Homem é conduzido à delegacia por suspeita de ter furtado caixa de ferramenta, em Ouro Preto do Oeste

Populares relataram ter visto o mesmo subtrair a caixa na carroceria do veículo da vítima. O suspeito, nega ter cometido o furto.




Um homem de 24 anos foi conduzido à delegacia por suspeita de ter subtraído uma caixa de ferramenta na carroceria de um veículo de terceiros. O fato aconteceu na tarde desta terça-feira (6), após as 13h30, na rua Zeli Nicolau, bairro Jardim Aeroporto, na Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Conforme consta no boletim de ocorrência, a vítima informou que sempre carrega uma caixa de ferramentas na carroceria de seu veículo e que, no dia do ocorrido, ele estacionou o veículo em frente a sua residência. Logo em seguida, saiu com o mencionado automóvel para trabalhar e, ao chegar ao local onde estava executando um serviço, sentiu falta da caixa de ferramentas.

A vítima disse que, imediatamente, retornou à sua residência e perguntou às pessoas nas imediações se teriam visto alguém pegando sua caixa de ferramenta. Algumas pessoas afirmaram ter visto um homem já conhecido no bairro passar de bicicleta e levado a caixa.

Diante da situação, a vítima relatou que passou a circular pelas ruas com a intenção de avistar o autor do furto. Minutos depois, logrou êxito ao encontrá-lo em uma rua situada no bairro Boa Esperança. Ao indagá-lo sobre o furto, o suspeito negou e saiu em sua bicicleta.

Consta que, ao perceber que estava sendo seguido pela vítima e um ajudante, o suspeito empreendeu fuga, vindo a ser localizado na residência onde mora com sua mãe. A vítima e o ajudante ficaram no local até a chegada da Polícia Militar, que adentrou a residência com o consentimento da proprietária, porém não localizou a caixa de ferramenta. Ao ser questionado pelos policiais sobre o furto, o suspeito negou a autoria.

Mediante a situação, a polícia conduziu os envolvidos até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), para que o fato seja esclarecido pela Polícia Judiciária.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade