Publicidade
Autor: Extra - 08/02/2018 15h30

Polícia descobre que funcionário de necrotério fez sexo com cadáver de participante de Big Brother


Oksana Aplekaeva Foto: Reprodução da internet

Um funcionário de necrotério na Rússia foi demitido após um exame de DNA comprovar que ele havia feito sexo com o cadáver de uma ex-participante da versão do Big Brother no país.

Oksana Aplekaeva foi assassinada em 2008. O corpo da jovem foi achado à beira de uma estrada por um caminhoneiro.

O necrófilo, identificado como Alexander, de 37 anos, continuava trabalhando no necrotério quando a polícia recebeu uma denúncia. O corpo de Oksana foi exumado e os testes revelaram a presença de material genético de Alexander no cadáver.

O russo não será indiciado, já que a legislação local não pune necrofilia.

De acordo com a polícia, não há indício de que Alexander tenha feito sexo com outros cadáveres e que tenha relação com a morte de Oksana.

Reportagem do "Daily Mail" contou, ainda, que, após o escândalo, Alexander foi abandonado pela esposa.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade