Autor: Gazeta Central - 13/03/2018 08h49

Ouro Preto: menor é apreendido tentando vender motoneta que ele teria furtado em Ji-Paraná

No bolso do pai do menor foramlocalizados a CNH e o cartão SUS da proprietária do veículo. Ele também foi detido.


Foto: Gazeta Central

Policiais da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste apreenderam, na manhã desta segunda-feira (13), um menor de 17 anos tentado vender uma motoneta que o mesmo havia furtado na cidade de Ji-Paraná, no dia anterior. O pai do infrator também foi detido ao serem encontrados em seu bolso documentos da proprietária do veículo.

Os suspeitos, pai e filho, foram detidos em um estabelecimento de compra e venda de veículos, situado na avenida Governador Jorge Teixeira de Oliveira, bairro Novo Horizonte.

Segundo a polícia, teria recebido uma ligação do proprietário da loja informando que um menor de idade teria tentado vender uma motoneta em seu estabelecimento. Por desconfiar da situação, exigiu que o pai do suspeito se fizesse presente.

Diante das informações, foi confirmado que se tratava de uma motoneta Honda Biz 125, placa OHW-9876 (Ji-Paraná-RO), de cor preta, ano 2015, que constava como furtada. No momento em que as viaturas realizavam patrulhamento para tentar localizar o veículo, o menor acompanhado do pai retornou à loja.

De imediato, uma guarnição foi até o local. Ao chegarem, depararam-se com o menor próximo à motoneta, sendo que o mesmo afirmou ser o proprietário. Ao ser solicitada a documentação do veículo, foi entregue aos policiais um documento em nome de uma mulher.

Ao ser informado ao infrator que o veículo consta no sistema do Detran-RO como furtado, o menor admitiu que o teria furtado em um apartamento na cidade de Ji-Paraná, juntamente com a documentação da motoneta, bem como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um cartão SUS da vítima e que o furto ocorreu por volta das 05h de domingo (11).

Foi informado pelo menor que ele trouxe a motoneta para Ouro Preto do Oeste com o intuito de vendê-la. O cartão SUS e a CNH foram localizadas dentro da carteira do pai do infrator, de 47 anos. Ambos, juntamente com a motoneta, a documentação e um capacete preto, foram entregues aos cuidados do comissário de plantão na Unidade Integrada de Segurança Pública.



NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade