Publicidade
Autor: Gazeta Central - 12/05/2018 21h53

Condutor com habilitação atrasada e suspeita de embriaguez perde controle de direção e atropela pedestre

O suspeito alega ter perdido o controle da direção de seu veículo. Após o atropelamento, o automóvel ainda se chocou com a parede de uma loja.


Talysson Martins

Um motorista de 27 anos, com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e suspeito de estar embriagado, atropelou, na noite desta sexta-feira (11), um pedestre de 30 anos e, em seguida, chocou o veículo contra a parede de um estabelecimento comercial. O acidente ocorreu por volta das 22h na avenida Duque de Caxias, na Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Segundo a Polícia Militar, o motorista do Volkswagen Gol, de cor branca, seguia pela avenida Duque de Caxias, sentido centro - rodoviária, quando perdeu o controle de direção e virou bruscamente, vindo a atingir pelas costas o pedestre, tendo o arremessado a alguns metros de distância. Disse ainda que o veículo continuou sem controle até colidir contra a parede de uma loja de móveis usados.

O condutor do Gol teria informado aos policiais que ajudou a prestar socorro à vítima, que foi levada ao hospital municipal por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Também teria confirmado que havia ingerido bebida alcoólica e que assumiria as responsabilidades pelas ocorrências.

A vítima sofreu lesões na cabeça e cortes nas costas. Ao ser perguntado sobre o acidente, a mesma, em razão de sua situação clínica, não conseguiu se lembrar do ocorrido. Após ter recebido atendimento médico na unidade hospitalar de Ouro Preto do Oeste, teve que ser encaminhada ao hospital regional de Cacoal, onde provavelmente seria avaliado por um médico neurologista, em razão das lesões que sofreu na cabeça.

Uma testemunha confirmou a versão falada pelo condutor e disse que caminhava pela avenida quando ouviu o barulho do atropelamento que jogou a vítima a vários metros de distância. Na sequência, o veículo bateu na parede da loja. Falou ainda que sentiu um forte odor de álcool exalado da boca do motorista do Gol, detalhe que foi confirmado pelos policiais militares que atenderam a ocorrência.

Os policiais disseram que não foi possível realizar o teste de etilômetro (bafômetro) no condutor em razão de o quartel da 3ª Companhia de Policiamento Ostensivo não possuir tal equipamento. Foi necessária a presença de outra equipe do Corpo de Bombeiros por estar havendo vazamento de combustível do veículo, com risco de incêndio.

O automóvel também não foi possível ser retirado do local naquela noiteporqueos policiais tentaram contatar por telefone o motorista do caminhão guincho do Detran, porém o mesmo não atendeu as ligações.

A CNH do condutor estava vencida desde 1° de julho de 2014, sendo ela entregue à 7ª Ciretran juntamente com os demais autos de infração. O motorista foi conduzido à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

Talysson Martins

Talysson Martins

Talysson Martins


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade