Autor: Gazeta Central - 18/03/2020 17h46

Projeto de Lei visa à construção e existência de um único terminal rodoviário em Ouro Preto do Oeste

Segundo o teor do projeto, o atual Terminal dos Três Coqueiros seria demolido e seria construído um novo. A rodoviária do bairro Nova Ouro Preto encerraria as atividades.


Terminal rodoviário do bairro Nova Ouro Preto


Um projeto de lei do Poder Executivo Municipal (Projeto de Lei n° 2.530), propõe o enceramento das atividades da rodoviária do bairro Nova Ouro Preto e a demolição do Terminal dos Três Coqueiros, localizado no Shopping Popular, e a construção de um novo e moderno terminal com investimentos privados de mais de R$ 1 milhão, através de concessão pública.

Segundo o prefeito Vagno Panisoly, o projeto é de interesse público e busca a melhoria no atendimento à população e trará um moderno e eficiente terminal rodoviário, podendo se tornar mais um cartão postal da cidade.

No teor do Projeto consta que a funcionalidade de dois terminais, como vem ocorrendo, não se justifica por estar trazendo custos demasiados em manutenção e reparos, além de uma baixa qualidade na prestação de serviços aos passageiros. E que o intuito do projeto é dar eficiência e eficácia ao funcionamento do terminal rodoviário de Ouro Preto do Oeste.

Terminal rodoviário dos Três Coqueiros


De acordo com o chefe do Poder Executivo, conforme laudo do Corpo de Bombeiros, a extensão do terminal dos Três Coqueiros faz-se necessário urgente processo de demolição e construção, haja vista que a estrutura existente não mais está adequada, e em condições de continuidade.

No entendimento da procuradora jurídica do Município, Robislete de Jesus Barros, o projeto tem por finalidade permitir a possibilidade de investimentos privados na ordem de R$ 1.165.233,50, oriundos de concessão pública. A procuradora frisou que o projeto somente possuirá viabilidade técnica com a junção dos dois terminais existentes em um único ponto.

O projeto foi levado para conhecimento dos vereadores durante a 6ª Sessão Ordinária, que ocorreu no dia 09 de março, e posteriormente, ao ser analisado durante a reunião das comissões, todos os parlamentares mostrou-se contraria a propositura. O Projeto foi encaminhado ao Poder Executivo.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade