Autor: Afonso Marangoni / Revista Oeste - 20/04/2021 23h58

Câmara aprova urgência de projeto que abre caminho para privatizar Correios

Texto foi entregue pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro ao presidente da Câmara, Arthur Lira, em 24 de fevereiro




Por 280 a 165, a Câmara dos Deputados aprovou regime de urgência para analisar um projeto do governo federal que autoriza a exploração dos serviços postais pela iniciativa privada, inclusive os que hoje são monopólio dos Correios. Na prática, o texto abre caminho para a privatização da estatal.

O projeto foi entregue pessoalmente pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), em 24 de fevereiro. Na semana passada, o governo incluiu a empresa no Plano Nacional de Desestatização por decreto, o que permite a contratação de estudos para privatizar a empresa.

Com a urgência, a proposta será analisada diretamente no plenário da Casa, sem a necessidade de passar por comissões, e pode ser pautada por Lira a qualquer momento. Pela proposta, a União manterá para si os serviços mais básicos, como encomendas simples, cartas e telegramas, o chamado “serviço postal universal”.

O deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA) foi escolhido pelo presidente da Câmara para ser o relator do projeto.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade