Autor: Edilson Salgueiro / Revista Oeste - 04/05/2021 10h57

Congresso de El Salvador destitui membros do Supremo Tribunal de Justiça e procurador-geral

Magistrados são acusados de proferir sentenças consideradas arbitrárias


Nayib Bukele comemorou a destituição dos integrantes do Supremo de El Salvador | Foto: Reprodução/Mídias Sociais


A nova Assembleia de El Salvador, controlada pelo jovem presidente Nayib Bukele, decidiu no dia 1º de maio, destituir dos seus cargos os integrantes da Câmara Constitucional do Supremo Tribunal de Justiça e o procurador-geral do país. “Com 64 votos a favor, 19 contra e um ausente, é aprovado o decreto que destitui os magistrados”, declarou o presidente do Congresso, Ernesto Castro.

De acordo com os parlamentares, os membros da Câmara Constitucional e seus suplentes foram destituídos sob acusação de proferir sentenças consideradas arbitrárias. Os substitutos foram imediatamente nomeados e, escoltados pela polícia, chegaram ao Palácio de Justiça para assumir os cargos. “E o povo salvadorenho, por meio de seus representantes, disse: ‘destituídos!’”, afirmou o presidente Bukele, após a aprovação da medida.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade