Autor: João Vitor Ferreira / Quatro Rodas - 20/10/2021 23h31

Michelin já tem data para começar a vender pneus sem ar e que não furam

Além de não furarem, os pneus sem ar também prometem ser mais ecológicos e seguros do que os convencionais.


Michelin/Divulgação


Conforme a tecnologia avança, algumas velhas invenções precisam ser reinventadas. A Michelin não quer reinventar a roda, mas está próxima de mudar totalmente o conceito de pneus com o início da produção do seu protótipo que dispensa ar.

É meio difícil imaginar um pneu que não seja inflável, mas o UPTIS (sigla em inglês para Sistema Único de Pneu à Prova de Furos) já foi testado e aprovado. A premissa básica por trás do protótipo é ele não furar. Dessa forma, permite viagens mais seguras e sem transtornos causados por eventuais danos ao pneu.




Além de trazer vantagens ao motorista, o pneu sem ar também é mais amigável ao meio ambiente. Segundo a fabricante, todo ano cerca de 200 milhões de pneus são descartados prematuramente por conta de rasgos ou perda rápida de pressão. O UPTIS também é feito de materiais renováveis ou de origem biológica, colaborando para o meio ambiente. Toda sua produção será mais simples, podendo ser feita em impressoras 3D.

Michelin/Divulgação


O projeto teve início em 2017 e tem parceria da General Motors. Em 2019, os primeiros testes começaram a ser feitos com modelos Bolt EV. Recentemente, a Michelin levou os UPTIS até Munique, onde foi testado, em vias públicas, pelos youtubers Mr. JWW e Gercollector em um e-Mini.

Além de não furarem, o pneus também são mais ecológicos do que os convencionais Michelin/Divulgação


O feedback foi positivo. Gercollector elogiou dizendo que o “conforto é incrível”. Já Mr. JWW descreveu os pneus sem ar como “exatamente iguais aos convencionais” e que “mal pode esperar para os ver nos carros”.

Mesmo aprovado pela dupla de youtubers, ainda vai levar algum tempo até que possamos ver os UPTIS pelas ruas. A meta da Michelin é que os pneus estejam prontos para venda a partir de 2024.


NOTÍCIAS RELACIONADAS



Publicidade